-

-

13 de agosto de 2011

-



É, não adianta, as coisas vão ser sempre assim, as pessoas vão sempre esquecer as partes boas se você fizer algo errado, e se você se arrepender, mudar, se desculpar, isso de nada vai adiantar. Você convive com pessoas 'perfeitas', é isso, todos erram menos elas mesmas, tão perfeitas que são incapazes de perdoar erros de quem diziam amar tanto, é esse o presso que a gente paga por ser humano, estamos sempre errados, a culpa vai ser sempre nossa, se a gente sofre com isso pouco importa. Sabe, a gente deveria se importar menos, afinal, pra que dar moral pra quem não tá nem ligando pra gente, mas fazer o que humanos erram mas também se importam. é simples assim, se você erra você vai pagar pelo resto da sua vida, esses seus vizinhos Jesus Cristo, é aqueles perfeitos, vão te julgar pro resto da vida. Eu nunca fui muito boa nisso de seguir regras e agradar os outros, e não me arrependo de alguns erros, também não me orgulho de muitos deles, mas se eu precisei cair, errar, fazer a maior burrada do mundo para aprender, não foi tão ruim assim, eu vivi do jeito que queria, não como eles queriam, eu errei, foram meus erros e meus aprendizados também, é isso ai, você cai se machuca, mas quando se cicatriza, você aprende que aquela não foi uma boa escolha. É uma pena que as pessoas não aceitam os erros dessa forma, poucos sabem perdoar, julgar é sempre mais fácil. Fazer o que? esse o mundo em que vivemos, o mundo onde só você quem erra. Quer sabe, desculpa, eu não sou perfeita, não sou digna de viver nesse mundo, tô indo comprar uma passagem pra marte, e me faça um favor, não sinta saudades das minhas mancadas que tanto lhe fizeram sorrir. 

8 de junho de 2011

.


Sabe o que deveria ser uma lei? Todos terem direito a um final feliz.

                     Sabe o que deveria ser uma lei? Todos terem direito a um final feliz. 
Já notaram que tudo o que você luta a vida toda pra conseguir, desaba numa facilidade incrível, é como se tudo nascesse pra morte, toda cor vira cinza, tudo o que é bom acaba virando pó. Talvez seja verdade que finais felizes não existem, afinal se fosse feliz mesmo não acabava, final feliz deve ser mesmo só seguir em frente. Mas afinal o que é ser feliz? Ter muito dinheiro? ter alguém que te ame? ter tudo o que quer? Não acho que não, você nasce chorando mas foi pra ser feliz que veio a vida. Você não precisa de um carro importado, de uma roupa de marca, da casa dos sonhos, não precisa de declarações de amor, nem muito menos precisa de tudo o que você quiser. Na verdade tudo que precisa pra ser feliz está dentro de você mesmo. Basta você parar de pensar em como conseguir tal carro, tal casa, tal roupa, tal felicidade, e simplesmente olhar pra você mesmo. Viver cada momento sem ambição pode lhe trazer a maior felicidade da sua vida. O que realmente importa, você não pode ver, não pode tocar só sentir e apreciar. Veja só, você diz que não vive sem aquele cara, sem tal coisa, mas na verdade o que não pode viver sem é o oxigênio e você nem ao menos o vê. A felicidade encontra-se nas coisa mais simples, pare de procurar dentro dos outros, a unica coisa que poderá encontrar será uma ilusão. Você já tem o necessário. Afinal sorrir é bom, mas rir de tudo é desespero. é como se você procurasse o tempo todo por algo que está na sua cara. Portanto desista do final feliz, desista do reino encantado e da carruagem luxuosa, e vá aproveitar o que a vida lhe ofereceu, talvez não seja tudo o que você quer mas é o que você precisa. Pare de se lamentar por tudo o que não tem e comece a agradecer pelo que lhe foi dado. O final não importa, o decorrer da história que tem que ser feliz, e mesmo que tenha seu momento infeliz, faça valer a pena. 
Participação de Karine R.

19 de maio de 2011

pedaço de mim.

você quer? quer um pedaço de mim? Sabe eu devo parecer mesmo bem suculenta e gostosa, sei lá. e ai vai querer um pedaço de mim? /// não, não mesmo eu não sou um pedaço suculento de picanha, e nem gosto de ser tratada como um. -Ei gostosa, ta filé em! . aaah eu juro que mato o próximo que me disser isso. gostosa? que isso? Quer me elogiar diga que sou bonita, interessante sei lá. gostosa pra mim é xingamento. Se me vê como um pedaço de carne me avise, eu posso tocar meu perfume por molho de churrasco. Fala sério, eles acham mesmo que alguma mulher gosta de ouvir isso, aah desculpe, tinha me esquecido das putas. Sabe porque elas gostam de ter tratadas assim, esse é um modo delas se sentirem realizada, pois não passam disso: de um pedaço de carne, ter uma dessa é fácil é como comprar um espetinho, por quantos você passa no caminho pra casa? Agora quer um prato beeeem feito, apresentavél, de sabor único, algo que vai valer a pena? Procure uma pessoa interessante, aah essa é como carne de jacaré, é rara, e como nenhuma outra. ainda ouço dizer que mulher não vale nada. CAAAALMA AÊ MERMÃO!! eu e muitas outras ainda temos valor caramba.  E não é o seu carrão que vai te dar o direito de nos tratar como uma qualquer, quer algo fácil, procure uma 'Maria gasolina',uma 'Maria chuteira' ou talvez uma 'Maria vai com as outras'. companheiras de festas que me desculpem, eu sei bem o que quero e ser puta não esta na minha lista. Se por eu não ficar com cinco caras numa festa, por eu não querer sair com o cara rico que me arrumou faz de mim careta, eu vou ter que assumir: sou careta sim, antes careta que puta. //Santa? aah também não sou, eu já errei nessa minha vida. Mas aprendi sabe. Não sou puta, não sou santa e não sou burra. tenho repulsa por mulheres que se metem com homens casados e vise e versa. Acho pouco interessante pessoas fáceis. Cadê aquele interesse, o prazer da conquista, onde foi parar o respeito próprio dessas pessoas? Só desejo que se arrependam, que encontre um modo melhor de apreciar a vida. quer diversão? dê uma volta na montanha russa, não jogue sua vida pela janela. CARAMBA VOCÊ TEM VALOR ! 'seria preciso que alguém fosse de pessoa em pessoa dizendo: não seja gostosa, seja interessante'.

18 de maio de 2011

o que não passa.

eu mesma escrevi a história: é sobre uma garota que perdeu o coração e nunca mais sentiu falta dele. na verdade ele foi roubado por um cara que entrou nessa minha vida antes sem sal, e nunca mais deixei que ele saísse, mas também nunca o prendi, não gosto de tomar a liberdade das pessoas, mesmo querendo ele sempre ao meu lado, dizia adeus, dava lhe um beijo pra que sentisse saudades e o deixava voltar pra sua vidinha mega animada. Com o passar do tempo acabei mudando meu modo de pensar, não fico mais esperando suas ligações, me libertei de tudo que me prendia a ele, hoje espero a vontade do acaso, seja o que ele quiser. É bem melhor assim.Não me importo mais com o fato dele ser cheio de garotas, eu não me apaixono mais por ele, sendo assim podemos nos relacionar, sem cobranças, eu posso vê-lo ir embora e depois comer um delicioso pedaço de torta sem me lamentar por ele ter me deixado ali, sozinha com aquele pedaço de torta. Talvez tenha me tornado fria, mas não, é só uma reação, afinal eu não tenho mais coração melhor dizendo é como se ele não pertencesse mais a mim, ele foi tomado de mim, lembra? Acho que isso aconteceu quando ele sorriu pela primeira vez, eu deveria saber que era encrenca e das boas. Isso nunca passa como num trecho de Tati Bernardi. 'nunca passa mas quase passa todo dia'. Talvez isso num acabe nunca, talvez eu deva mesmo ficar pra sempre aqui esperando ele voltar e de devolver meu coração de uma vez. Talvez isso nunca aconteça, talvez eu desista, talvez passe de verdade e pra sempre, talvez eu aprenda a viver assim, é talvez a vida tome seu rumo mesmo sem ele do meu lado, talvez eu seja só mais um talvez tentando ser certeza. Tentando ser pra sempre, e parando sempre na metade. Talvez eu seja a descoberta do século, e consiga viver sem coração. Para sempre.

16 de maio de 2011

não dá pra ser feliz o tempo todo

sempre senti que faltava algo em mim e sempre achei que encontraria nele. engano meu. Era um vazio enorme, no qual nada podia preencher. Faltava sentimento, sobrava esperança. era como se faltasse um motivo pra estar ali, mas eu sabia que havia um, por isso nunca desisti. Ocupava minha mente, para não encher minhas malas, era o que dava vontade de fazer, fugir, fugir e fugir. Mas eu permanecia ali, esperando um motivo, qualquer que fosse para poder sorrir, esperando alguém pra implorar que não partisse. Eu precisava me desligar de tudo que me fazia infeliz, precisava amar, me amar. E foi o que fiz, me libertei de tudo que me botava pra baixo, até que finalmente me olhei no espelho e vi a unica pessoa que me amava profundamente, e dali em diante passei a ser amada sempre, todo dia, por mim e por outros, aah hoje sou tão apaixonante que procuro manter uma certa distancias das pessoas pra não ser amada demais. É tão mais fácil quando não se tem um buraco no coração. Claro ainda tenho meus momentos tristes, não dá pra fingir sempre, ás vezes me escapa um pouco de infelicidade-não dá pra ser feliz o tempo todo- mas sempre que sinto que uma lágrima vai descer, saio, vou contar uma de minhas piadas estúpidas pra fazer alguém sorrir, afinal tem algo mais prazeroso que fazer alguém feliz, o dia fico sem um sorriso bobo é como se esse dia não existisse, pois não o vivi. Pois é eu comprimento estranho, rio de cantadas idiotas, faço palhaçada e choro de rir, esses são os bons momentos da vida. É pura verdade o que dizem sobre seguir regras, nunca as quebre mas se quer se divertir tem que rachar algumas.

9 de maio de 2011

flashback.

Ouvi dizer que estão construindo uma máquina do tempo por ai. Pra mim, nenhuma novidade. nos nossos encontros sinto como se o verão nunca tivesse passado, como se o outono jamais estivesse pronto pra chegar e estragar tudo. Pois como num flashback você me aparece, me faz voltar no tempo e acreditar que as coisas poderiam ter sido diferente. Relembra nossos momentos, e jura que nossos erros, não passam de simples enganos. Eu finjo que acredito e deixo acontecer só pra saber onde você quer chegar. Sei o caminho de volta não corro mais o risco de me perder novamente em você. Conversa vai conversa vem você já esta me chamando de 'meu amor'. Você diz que o que nos atraiu, o que nos uniu distancia nenhuma separa. então você decide que quer me ver e eu decido não discordar de você. Vou ao seu encontro mas deixo me pobre coração em casa, guardado na ultima gaveta do armário. apenas o meu corpo, minha mente querem se distrair com o que já foi motivo de loucura. Nós não estamos juntos estamos apenas relembrando o passado. enquanto eu acho engraçado seus abusos, você diz que tenho que aproveitar mais a vida. estou novamente em seus braços fingindo que ali não é meu lugar. Que seu beijo já não é meu remédio, e que seu sorriso nunca foi o motivo da minha alegria. eu estou lutando contra meus princípios, para aceitar você de vez em mim. aquilo parecia a coisa mais suja do universo, mas nada disso importava porque você simplesmente estava por perto. Você e suas ideias, suas musica, suas piada e seu cheiro. quando dei por mim nossa aventura de uma noite tinha se transformado em semanas. e ai você não mais apareceu, não ligou nem me atendeu. foi ai que decidir abrir a última gaveta do armário e percebi que meu coração já não estava mais ali. você o roubou como todas as outras vezes. Agora eu estou relembrando, só que dessa vez SOZINHA.

8 de maio de 2011

que se dane.

sempre tem um momento em nossa vida que a gente cansa de se fazer de bobo. Pois é cansei. eu sempre fui do tipo de garota exemplo; tinha boas notas, era bem comportada, não usava decote nem mini saia, respeitava todos mesmo quando não era respeitada, não falava palavrão, enfim era uma ingênua e comportada garota sem sal. Até que resolvi mudar, arrumei novos amigos, tratei de arrumar um cara idiota, porque uma ex menina boba tem que ter um cara mais idiota do seu lado, ela precisa se sentir superior. (tomara que ele não leia isso-ou não) . Mudei muito mas algo continuava do mesmo jeito. Continuavam não dando valor no que fazia, me sentia mau por isso era como se eu não existisse, tentei ser a garota esperta mas meu lado bobo era muito maior que a minha vontade de mudar. Talvez porque não deveria deixar de ser boba, hoje ainda sou mas aprendi a lidar com isso, não me iludo como antes. Depois desse tal cara idiota, apareceu outro que fez eu me sentir 'A idiota'. Acreditava em tudo que ele dizia, me vi como a bela Adormecida bem na frente do meu príncipe, mas graças a Deus acordei. Aquela minha revolta de adolescente frustrada passou, vejo o mundo com outros olhos, as porradas que levei da vida ajudaram a colocar minhas idéias no lugar. Não tenho mais vontade de matar ninguém, por mais que me magoe aprendi a perdoar, e tudo de positivo e negativo que eu passei procuro guardar e aprender algo com isso. É dai que saem as lições de vida, por mais que a gente erre sempre devemos aprender com essas burradas. Disse em meu texto anterior que me orgulho dos meus defeitos, e me orgulho sim mas dos meus erros não, sofro as conseqüências deles até hoje. se antes soubesse de tudo que sei agora faria muitas coisas pelo avesso. teria sido mais eu, eu fui a que todos quiseram que eu fosse, menos quem eu queria ser. Mas hoje eu penso que se dane, goste de mim como eu sou, com meus defeitos e manias que bagunçam sua cabeça.

7 de maio de 2011

aah como eu quero !

me lembro da primeira boneca que eu quis , era linda com os olhos claros que eu sempre desejei e cachos loiros ouro que era um sonho. Hoje quando me chamam de boneca me sinto tão realizada, continuo sem os olhos claros e nem tenho os tais cachos loiros, mas me tornei uma boneca do meu jeito, com vestido amarrotado, olhos escuros e beeeem desenhados. Eu aprendi a ser feliz com o que tenho, eu me cobrava tanto ser feliz que nem percebia que já era. Aprendi amar detalhes e defeitos e pra falar a verdade não vivo sem eles -ninguém vive. Já parou pra pensar se não existisse problemas, se tudo fosse perfeito? Não haveriam lições de vida, nem aquelas brigas que sempre terminam com um abraço apertado, cheio de arrependimento e desculpas. Se todos fosse perfeito não haveria graça, pois são justamente os defeitos que nos diferenciam, nos fazem merecer um amor único, pois amar é isso aceitar defeitos. Sabe o que eu quero? Quero ser feliz, do meu jeito, com o que tenho, com você ou com outro, só não quero ser de ninguém e nem ter alguém pra mim. Isso não quer dizer que quero ficar só. Olhe minha mãe me deu a vida, cuida de mim e mesmo assim eu não sou propriedade dela, tenho minha vida, faço minhas escolhas, sou livre e mesmo que eu me case vou continuar sendo, tudo é questão de escolha e respeito. Também nunca fui de prender ninguém, quem me conhece sabe bem disso. Penso que cada um sabe o que é melhor pra si mesmo e que quando se é induzido por alguém a fazer ou deixar de fazer algo você acaba se tornando o que querem que você seja. Só o que eu quero é continuar sendo eu. Complicada e sem o perfeitinha. Posso ser chata, e as vezes estúpida, maluca e irresponsável. mas sempre serei eu : a pateta que te faz gargalhar quando todos devem ficar em silêncio, a que te atende as quatro da madrugada de uma terça quando todos devem estar dormindo, aquela que te ouve e te dá os conselhos mais loucos tipo. -ele me traiu. - aah mata ele amiga eu te dou cobertura. A que te acolhe quando todos te dão as costas, a que te enche o saco quando não tem nada pra fazer. Eu tenho orgulho dos meus defeitos, se não fosse por eles eu seria só mais uma, e não sou. Tenho o meu diferencial.  Hoje sou quem sempre quis ser, só quero que continue assim.

5 de maio de 2011

um doce sorriso e uma lágrima quase salgada.

nossa ! acabo de descobrir algo que muitos já sabiam. EU SOU MEIO BIPOLAR. é isso mesmo, mudo de humor e de ideia em um piscar de olhos ou em um beliscão. eu sou a preguiça do domingo a tarde e a euforia de uma sexta anoite, olhando para tudo que passou vejo varias 'eu' já fui a boba boazinha e a esperta sem coração, caramba isso é o preso que pago por ser humana. Se eu soubesse de tudo que sei hoje teria sido mais esperta e sem coração. A boba boazinha era sempre querida, mas também era a que mais sofria, a que mais foi pisada pelos espertos sem coração. O destino me deixou pelo avesso, e agora não sei mesmo se sou eu quem estou errada. Deve ser. Aah se pudesse voltar no tempo... voltaria no meu primeiro beijo, e correria o mais rápido possível. O que foi? eu não estava pronta. De volta a primeira vez que vi meu primeiro amor, e daria um tapa daqueles de filme. O que foi? Ele me fez sofrer demais. E é uma pena o tempo passou infelizmente ou felizmente, de todos os meus desejos o que mais me agrada é ficar aqui lembrando de tudo, vejo o quanto mudei, o quanto eu fui e o quanto deixei de ser. Cansei de engolir o amor e me engasgar depois.

um rádio velho e sem conserto.

quando quiser alguém nunca, nunca corra atrás. se você está correndo atrás é sinal de que ele esta fugindo. Era o que sempre pensei, sempre o senti distante, nas nuvens talvez, mas acho que ainda é perto demais.Ele sempre esteve mais presente em meus pensamentos do que eu nos dele. E a mais pura verdade, é que eu me acostumei com isso, tinha uma mania horrível de esperar mudanças, sempre pensei que aquele rádio velho guardado no fundo da última gaveta poderia voltar a funcionar, trocava a pilha, dava uns tapinhas e nada. Deveria saber que com ele não seria muito diferente, gastei todas minhas baterias e acabei ganhando uma boa surra da vida. Apesar de tudo não me arrependo de ter apostados tudo nele, eu era boba, ingênua, uma perfeita adolescente sonhadora, cheia de manias e pensamentos mantidos por uma ilusão sem cabimento, sempre via um oceano onde só havia uma gota. Mas fala sério quem nunca pensou que aquele(a) gato(a) estava afim de você só por um favor que te fez ou por um oi mais empolgado que te deu? Hoje eu sei ele só era bem educado. é eu me iludia o tempo todo, era quase uma masoquista, aquilo doia muito, era quase um anti-amor. Ainda da vontade de dizer que não gosto de ninguém, que não amo, que meu coração é de pedra, mas não dá por mais desiludida que eu esteja hoje, nunca deixei de acreditar no amor, talvez porque no fundo eu sei que ele não é ilusão. E é isso que me mantem aqui amando e esperando que esse tal rádio toque uma canção desafinada que conte nossa história. Mas tenho outra mania: sou impaciente, ou seja caso demore se consertar eu troco esse rádio velho por um Home Theater de alta potência. aah querido eu não sou mais boba, ingênua, e a culpa é mesmo dele, de tanto apanhar e esperar acabei aprendendo a me defender e a passar meu tempo. 


4 de maio de 2011

abra os olhos

persisti em um erro por causa da minha miopia, me fiz de cega, só via ele, só ouvia ele mesmo com tantos outros me procurando, olhando pra mim, me dando a atenção que ele não me dava. Preste atenção o que escrevi foi conjugado no passado. É, finalmente passou, abri os olhos, descobri que é verdade o que dizem ' o pior cego é realmente aquele que não quer ver '. Aquela foi definitivamente a última vez que tentei te trazer pra mais perto de mim. Se quiser ir vá. E se não for pedir muito, sem olhar pra trás. Eu não vou ficar mais esperando suas ligações... Com o tempo querendo ou não, todo mundo aprende que implorar por sentimentos alheios não funciona, que colocar frases enigmáticas na internet não muda nada- eles nunca entendem. Que tentar controlar o outro é uma maneira rápida de perder o controle. Que a melhor maneira de calar a boca do nosso coração e ocupar nossa mente. Que ser feliz sozinha pode ser difícil, mas ser feliz com a pessoa errada é ainda mais, quase impossível. que a melhor vingança do mundo é ser feliz. o que fez ele reparar em você não foi a cor do seu batom ou o tamanho dos seus cílios, mas sim a confiança que você sentiu usando o batom mais forte ou um rímel novo. Tudo depende da maneira de como você encara as coisas. Acredite, o tempo não resolve nada, ele apenas muda a ordem das coisas - e você sabe bem que é impossível viver só olhando pra frente. Todos nos somos formados de lembranças e sonhos, o que nos diferencia são a maneira com que lidamos com eles. E VOCÊ VIVE DE SONHOS OU DE LEMBRANÇAS?

mentiras e avessos.

tenho a mania de fingir que acredito em contos de farsas, foi uma maneira que encontrei para me defender da dualidade das pessoas que hora amam,hora fingem. assim não me decepciono prefiro ter a certeza do vazio a ter que quebrar a cara mais uma vez. Aprendi a parar de pensar que todo mundo me ama, que todos querem meu bem, deixei de ser ingênua e simplória, passei a esperar o pior das pessoa,  sei que parece pessimismo mas não é, é um simples escudo. pense comigo: eu tenho alguém ao meu lado na qual confio e amo muito, com o passar do tempo descobro que essa pessoa não me ama e não é confiável como eu pensava - ai vem a decepção. Agora pelo outro lado -  amo  uma pessoa e espero que ela me decepcione pois foi o que todas as outras fizeram, caso ela minta eu já estaria esperando por aquilo e caso tenha a sorte de ser realmente amada terei um boa surpresa.  pensando assim me fiz merecedora de um amor incondicional, único e verdadeiro o amor próprio, passei a não me deixar levar por qualquer promessa ilusória, acordei pra vida e decide mudar, resolvi que mereço ser amada. E no vazio que me encontrei, deixei o que eu jurava nunca ter existido: Nosso amor. Era uma vontade mútua de se descobrir além do permitido. Aquele terreno tantas vezes explorado, era depois de tanto tempo, completamente desconhecido. Você com seus rolos e manias, eu com minha solidão de multidões. Percebi depois de alguns minutos te olhando – nós continuávamos os mesmos, porém a quilômetros de distância. Eu queria te lembrar de um passado, mas só consegui dizer algo sobre o seu presente. Você se gabou do quanto ainda conseguia enganar suas meninas, e eu sorri como se isso não mais importasse – Eu também enganei alguns rapazes.Talvez naquele momento eu me sentisse pronta e suja o suficiente pra você. Admitir isso era a maneira menos dolorosa de dizer que o amor que um dia eu rejeitei, naquele segundo, me sufocava. Você segurou minha mão e disse em meu ouvido palavras que eu jamais esquecerei: - Você é minha garota. Independente do resto. Abri meus olhos e larguei suas mãos como se tivesse pronta para te deixar. E deixei. Eu queria me tornar sua garota, não ser ela pra sempre. Você já podia voltar para suas meninas, e eu, para minhas mentiras. Vivemos bem melhor assim distantes pois por mais que eu te ame eu me amo mais.

3 de maio de 2011

' o que quase foi não pode atrapalhar o que ainda pode ser.

Antes de começar com essa coisa de relacionamentos, quando o amor ainda era apenas uma coisa platônica na minha vida, imaginava que a vida de quem tinha o status namorando no orkut, era mais que perfeita e que com alguém do lado, faltavam motivos para tristeza e lágrimas. Parece idiota, mas até quase a oitava série esse era o meu pensamentos sobre mãos dadas e amassos. Quando cruzei e tropecei no meu primeiro grande amor, percebi que as coisas não eram como eu imaginava. Que infelizmente, nessa nossa idade, a maioria dos "relacionamentos" acaba antes mesmo de realmente começar.  E se é assim, como superar o passado (os ex's) e encarar o presente (o atual)? Primeiramente, acho que depois do fim de um relacionamento, seja ele qual e como for, se deve dar um tempo de compromissos – nunca do amor. Pra limpar a mente, esvaziar e reconstruir o coração e claro, se modificar fisicamente. Começar um novo relacionamento, requer muito amor e certeza. Aquela coisa de encontrar alguém parece esquecer outro alguém, nunca funciona. Ao invés de deixar para trás, começam a surgir as comparações. Na maioria dos casos, o presente nunca parecerá tão bom quanto o passado.Umas das melhores coisas que o fim de um relacionamento nos trás, é a vontade extrema de mudar. Seja a cor do cabelo, a foto do perfil ou a maneira de ver as determinadas coisas. É importante a gente colocar na cabeça, que toda fase, mesmo ela sendo difícil e parecendo eterna, deve ser aproveitada ao máximo. Eu por exemplo, nessa época pós termino de namoro/rolo, transformava todas as minhas as minhas incertezas e tristezas em textos. Foi assim que nasceu o 'no medida do impossível' , e será assim que futuros novos blogs surgirão por aí. Pra mim, a gente ama pra sempre e se apaixonada por um determinado tempo. O movimentar das borboletas, acontece quando esses dois sentimentos existem ao mesmo tempo. Mas, infelizmente isso, na inconstante adolescência, quase nunca dura pra sempre. Aí, num belo dia, quando as diferenças superam a admiração, a paixão se vai. Mas o amor não, o amor continua ali. E com o tempo, em algumas horas até muito inapropriadas, quando você acha que já superou tudo, ele te mostra que ainda existe algo dele dentro de você. Acredite, é perfeitamente normal que o seu coração ainda balance. Ninguém consegue esquecer uma pessoa pra sempre, é como se existisse um armário dentro do nosso coração, e em sua última gaveta, ainda existam todas as lembranças e momentos. Pessoas são insubstituíveis. Cargos iguais, sentimentos diferentes!

tempo e falta.


Sempre me disseram que se deve ser feliz de dentro pra fora. Pois se é assim, então eu não sou. Eu guardo sentimentos ocultos. Eu guardo melancolia. Eu alimento minha nostalgia. E em dias como hoje, desenterro todo o meu passado e brinco de voltar no tempo com as palavras. De mudar o que já acabou. De eternizar o que nem durou. Talvez a vida seja mesmo isso. Guardar sentimentos. Eu só não consigo entender como as pessoas conseguem com o tempo, simplesmente se desfazer de tudo isso. O tempo pra mim, não muda nada:  Deixar as coisas mais distantes só faz com que a minha vontade de alcançá-las aumente. Sinto saudade de tudo aquilo que já passou. De todos os cheiros, de todos os erros e de todos os medos. Dos amigos que se foram. Dos idiotas que me fizeram aprender o que é sofrer. Do meu primeiro colégio e das suas exigências sem fundamento. Da minha professora do infantil que me faz acreditar que eu era diferente. Sinto falta de tudo aquilo que tive que deixar, de tudo aquilo que me deixou antes mesmo de chegar. Dos abraços e das lágrimas que eu não deixei cair. Da cor do meu quarto quando o sol batia pela janela. Da música que tocava naquela viagem de família. // aah quem não gostaria de ser criança pra sempre? não só pela ausência das responsabilidades, mas tbm pelos momentos aproveitados da melhor maneira possível sem preocupações, sem malícia, mantendo sempre aquele sorriso no rosto mesmo depois de uma bronca por ter quebrado a jarra da avó ou por qualquer outra coisa de criança -sempre ingênua, simplória,  e sem culpa.  Mesmo sabendo o final da história, eu não faria diferente. Eu faria de novo. Pra sempre.