-

-

18 de maio de 2011

o que não passa.

eu mesma escrevi a história: é sobre uma garota que perdeu o coração e nunca mais sentiu falta dele. na verdade ele foi roubado por um cara que entrou nessa minha vida antes sem sal, e nunca mais deixei que ele saísse, mas também nunca o prendi, não gosto de tomar a liberdade das pessoas, mesmo querendo ele sempre ao meu lado, dizia adeus, dava lhe um beijo pra que sentisse saudades e o deixava voltar pra sua vidinha mega animada. Com o passar do tempo acabei mudando meu modo de pensar, não fico mais esperando suas ligações, me libertei de tudo que me prendia a ele, hoje espero a vontade do acaso, seja o que ele quiser. É bem melhor assim.Não me importo mais com o fato dele ser cheio de garotas, eu não me apaixono mais por ele, sendo assim podemos nos relacionar, sem cobranças, eu posso vê-lo ir embora e depois comer um delicioso pedaço de torta sem me lamentar por ele ter me deixado ali, sozinha com aquele pedaço de torta. Talvez tenha me tornado fria, mas não, é só uma reação, afinal eu não tenho mais coração melhor dizendo é como se ele não pertencesse mais a mim, ele foi tomado de mim, lembra? Acho que isso aconteceu quando ele sorriu pela primeira vez, eu deveria saber que era encrenca e das boas. Isso nunca passa como num trecho de Tati Bernardi. 'nunca passa mas quase passa todo dia'. Talvez isso num acabe nunca, talvez eu deva mesmo ficar pra sempre aqui esperando ele voltar e de devolver meu coração de uma vez. Talvez isso nunca aconteça, talvez eu desista, talvez passe de verdade e pra sempre, talvez eu aprenda a viver assim, é talvez a vida tome seu rumo mesmo sem ele do meu lado, talvez eu seja só mais um talvez tentando ser certeza. Tentando ser pra sempre, e parando sempre na metade. Talvez eu seja a descoberta do século, e consiga viver sem coração. Para sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário